quarta-feira, 27 de julho de 2016

Relatório de Julho



Saudações na paz do Senhor,

Aqui na sede do projeto em Maracanã, depois do encerramento das aulas da creche missionária, realizamos uma série de encontros com as crianças e adolescentes para reforçar o ensino da Palavra de Deus. Como sempre, servimos uma alimentação nutritiva para todos os que participaram. Foi uma benção! Recebemos cerca de 200 crianças por dia durante essas atividades. Foi uma benção!
Na Unidade da Creche na ilha de Derrubada, estamos orando pela construção de uma cozinha de barro para podermos cozinhar para as crianças e adolescentes que vem de tão longe e precisam ser recebidos com um alimento fresquinho e gostoso. Cremos que essa vitória está próxima.
Lá na creche localizada na ilha de São Tomé, no Marajó, temos avançado com o evangelho até os rios mais distantes e muitas crianças e adolescentes tem conhecido a Cristo. Estamos felizes com as nove decisões por Cristo ocorridas nas últimas semanas. Lá não tem energia, as missionárias residentes estão orando por um gerador, cremos que já foi liberado no céu.
Lá na comunidade do Jaucaia, conseguimos pagar o terreno e em breve iniciaremos a construção da nossa nova base missionária, iremos manter, pela fé, duas missionárias lá em tempo integral. Estamos esperando uma grande colheita. Essa comunidade é muito carente e precisam muito de Cristo. Tudo vai mudar depois que Jesus chegar! Eu creio!
Finalmente nossa creche missionária em Borralhos está pronta e as missionárias já estão morando nela, já não dependemos de um imóvel emprestado. Glória a Deus. Agora só faltam os quadros brancos, mesas, cadeiras e demais móveis. Mas sei que Deus proverá!
Meu esposo está há um mês em Cobras, no interior do Piauí, para construir a casa das missionárias e a nossa nova unidade da creche escola. Ele está exausto e perdeu muito peso, mas está feliz. Deus tem feito maravilhas e logo as missionárias estarão morando nessa difícil comunidade onde não chove a tantos anos! Mas está chegando o Evangelho que liberta!
Ontem saímos para visitar os ramais da Mina e Prauarí, que fazem parte do nosso campo, não é fácil se deparar com realidades tão duras e tão difíceis, uma das famílias que visitamos estava preparando um mingau de farinha para almoçar às duas da tarde. Em outra casa, onde havia quase dez crianças, não havia o mínimo necessário para suprir as necessidades mais básicas. Levamos uma cesta básica e estamos nos mobilizando para levar o material escolar.
É, não é fácil não. Mas nós avançamos porque sabemos que não estamos sozinhos, na nossa frente vai o Senhor das Missões! Então vale a pena seguir em frente nessa estrada. Vale a pena chorar um pouco mais, sofrer um pouco mais, se esforçar um pouco mais. Tudo é por Cristo e para Cristo.
Esses povos ribeirinhos, indígenas, quilombolas e sertanejos também estão incluídos na Cruz e a única esperança que eles têm de conhecer a Cristo e serem libertos de seus pecados está em nossas mãos. Precisamos nos esforçar. Aprender a nos sacrificar! Os céus não esperam menos de nós.
Pedidos de oração:
· Pela segurança em todas as nossas bases missionárias;
· Pelo sustento de nossas obreiras e alunas;
· Por recursos para as ampliações e construções necessárias;
· Por mais intercessores e mantenedores;
· Por vidas convertidas a Cristo e vivendo uma vida de frutificação;
· Por cada criança e adolescente atendidos no projeto.

Kelem Gaspar e toda a equipe do Projeto Campos Brancos

missionariakelem.blogspot.com
CONTAS
Caixa Econômica Federal: Ag. 4684 - Op: 013 - C/P 7622-0
Banco do Brasil: Ag 1436-2, c/c 6993-0 (Kelem Gaspar)
Banco do Brasil: Ag 2123-7, C/C 19167-1 (Associação)
Bradesco: Ag. 0697-1 C/C 523.164-7
GOOGLE +
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário