segunda-feira, 18 de março de 2013

Reynaldo


Há algumas semanas, Deus me mostrou em sonho uma casinha muito humilde e uma jovem mãe com um bebê nos braços, ela me dizia que o nome da criança era Reynaldo e me entregava o bebê. Dias depois, fui alertada acerca de uma jovem passando necessidade com seu filho em um dos ramais da comunidade, preparei uma sesta básica e me dirigi a casa da jovem, que, por sinal perdeu o marido em um trágico acidente na selva, uma árvore caiu sobre ele em um temporal, matando-o instantaneamente. Enfim, cheguei na humilde residencia de barro e encontrei a jovem viúva com o bebê nos braços, o nome da criança? Reynaldo, como Deus havia mostrado. Entreguei a sesta e lhe disse que Deus havia me entregado, de alguma maneira, a responsabilidade por aquela criança, que agora é um pouco meu filho também. Assumi um compromisso mensal com a mãe e com o bebê, pela fé, já que já temos 70 crianças para lanchar diariamente e uma dezena de outras responsabilidades. Hoje, eu disse a um querido amigo, que não faço contas. Se as fizer, perco o sono. Apenas confio que o recurso virá, virá para nossa casa, para as nossas alunas-missionárias, para as crianças da creche, para a obra na ilha do derrubado, para todos os demais projetos. E agora também virá para nosso Reynaldinho. Amados, nosso Deus vive e é totalmente digno de confiança. Não faça contas. Confie, o recurso virá!
GOOGLE +
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Um comentário:

  1. Bendito seja o nome do Senhor Jesus. Quando se faz a Sua obra em parceria com o Espírito Santo é maravilhoso.
    Querida o mais interessado com essa obra é Jesus, o suprimento virá.

    ResponderExcluir