terça-feira, 12 de março de 2013

E a obra avança!


 Igreja construída nas margens do Rio Purus
 Canoa missionária, único meio de transporte
 Missionários Assis e Delícia, que ficaram responsáveis pela obra.
 O evangelho sendo compartilhado
 Quase dois dias de viagem até o campo
 Nosso acampamento durante os três meses de trabalho
Indios Kulinas 

É com alegria que eu, Dulcival, escrevo essa postagem depois de uma longa temporada na fronteira do Brasil com o Peru, construindo um templo para os indígenas e ribeirinhos das margens do Rio Purus, foi um período difícil, de muitas provações e  lutas, mas também de muitas conquistas para o Reino de Deus; o motor para a pequena embarcação foi comprado, a igreja construída, muitas visitas foram feitas, incontáveis cultos realizados e muitos se renderam aos pés de Cristo. Quero sinceramente, agradecer a todos que oraram, contribuíram e estiveram comigo nessa empreitada. Sem vocês, nada disso seria possível. Muito obrigado. Na obra de Deus é assim, cada um fazendo a sua parte. Estou em Maracanã, com minha família, me recuperando um pouco e já me organizando para voltar brevemente. Enquanto isso, Deus levantou um casal de obreiros para dar suporte a obra e discipular os que foram salvos, eles se dispuseram por amor, são obreiros simples e muito dedicados, eles, no entanto precisam do combustível para a embarcação e de ajuda para a alimentação, eles não pediram nada, mas precisam de ajuda. Estamos precisando de uma ajuda de R$ 500 mensais para suprir essas necessidades de alimentação e combustível, essa obra não pode parar. Veja as fotos e deixe Deus falar ao seu coração. Banco do Brasil, Ag 2123-7, cc 15.290-0, Dulcival guedes de sousa.
GOOGLE +
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Um comentário:

  1. Parabéns pelo maravilhoso trabalho, que o Senhor Deus continue abençoando sempre!

    ResponderExcluir