terça-feira, 19 de junho de 2012

Texto de Apresentação do Projeto em Português


Comecei a observar as necessidades das crianças da comunidade onde eu moro e resolvi agir. Aqui é uma área de selva, de densas florestas, no interior do Pará, nas margens da PA 127, no km 39, um pedacinho do Brasil, submerso em uma série de graves necessidades. 

Aqui vivem muitas famílias sem renda fixa, que sobrevivem da pesca e da roça (plantação de mandioca para fazer farinha) e com crianças que precisam de todo tipo de auxílio para se desenvolver: ajuda para aprender a ler, complemento nutricional e uma série de outras necessidades. Foi daí que surgiu a ideia de abrir as portas de nossa casa para receber gratuitamente essas crianças e auxiliá-las em suas necessidades. E assim, no dia 23 de agosto de 2010, com a ajuda da pedagoga Ednalva Pereira de Silva, que abraçou o projeto e veio morar aqui, abrindo mão de seus demais projetos e se disponibilizando a realizar o sonho do coração de Deus, assim nasceu a creche escola Peniel, com o objetivo de receber crianças cujos pais estivessem trabalhando no roçado e ajudá-las em seu desenvolvimento.

Começamos com doze crianças e hoje temos quase sessenta. Elas chegam no início da tarde, vem à pé, algumas de longe, chegam aqui cansadas de tanto caminhar, mas não faltam nenhum dia, mesmo na chuva. Quando elas chegam, descansam um pouco, participam do devocional, onde lemos a Bíblia, cantamos e oramos agradecendo a Deus por mais um dia de vida, depois chega a hora do lanche, que nós patrocinamos, muitas vezes com muita dificuldade, porque não contamos com ajuda de nenhuma instituição e depois começa o reforço escolar, onde elas são alfabetizadas e educadas para terem um futuro melhor. Procuramos ensinar um pouco de tudo, fazemos oficinas de trabalhos manuais, damos aula de computação ( 60 crianças em três computadores, um da escola, um da Ednalva e outro emprestado ),ensinamos boas maneiras, inglês, damos educação moral e cívica, enfim, preparamos essas crianças para um futuro melhor que os de seus pais. 

E sem ajuda da prefeitura e do governo. 

A nossa ajuda vai muito além da alimentação, tudo que essas crianças precisam elas recorrem a nós, porque muitas vezes não tem mais ninguém a quem pedir. Damos roupas, sandálias, remédio, material escolar, enfim, procuramos suprir todas as necessidades possíveis. Não dá para dizer não a uma criança descalça que vem à pé para estudar, não dá para dizer não a uma criança que pede uma camisa, porque só tem uma e não quer faltar aula quando ela estiver suja ou molhada, não dá pra ignorar. Uma vez uma das crianças me disse que sua fruta preferida era maçã, mas ela nunca havia comido. Ouvir um comentário desses dói. Dói na alma. Não dá para ignorar.

Como o numero de crianças aumentou, tivemos que começar a construção da creche, fizemos alguns bazares para vender roupas usadas e alguns outros eventos e estamos trabalhando nessa construção a mais de um ano. Tudo é muito caro. 

Algumas pessoas tem nos ajudado, ajudas valiosas que tem feito a diferença aqui,  mas ainda precisamos de material escolar, um poço artesiano, jogos educativos, roupas infantis, sandálias, livros,quadro branco, brinquedos, material de construção, etc.
Essas crianças sonham com um parquinho, porque a maioria não tem brinquedo nenhum em casa, por seus pais não poderem comprar. 

Ainda não sabemos como poderemos fazer tudo isso sem recursos, mas acreditamos que é possível. Porque nosso Deus vive e é maravilhoso para fazer muito além do que pedimos ou pensamos. Temos feito a nossa parte, amamos essas crianças e abrimos as portas de nossa casa, abrimos mão de nosso conforto e bem estar, de nossa privacidade, porque acreditamos no futuro de cada uma delas.

Kelem Gaspar, Dulcival Guedes e Ednalva Pereira.
GOOGLE +
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Um comentário:

  1. A PAZ IRMÃOS, SOLDADOS VALENTES, EU NATALICIO AQUI DE CASCAVEL PR, COMECEI ACOMPANHAR ESSA BATALHA DE VCS, NA MEDIDA DO POSSIVEL QUERO ESTAR AJUDANDO A OBRA, ME ARDE O CORAÇÃO QUANDO LEIO ESSAS MATÉRIAS, JA TIVE CONTATO COM A MISSIONÁRIA KELEM, SIGO ESTE BLOG, TENHO DESEJO DE CONHECER ESTA OBRA DE PERTO, MAS E MUITO LONGE, QUEM SABE UM DIA DEUS ME LEVE AÍ, MAS ENQUANTO ISSO NAO ACONTECE VOU ORANDO POR VCS, E CREDO NA PROVIDÊNCIA DIVINA, FIQUEM NA PAZ DO SENHOR JESUS.

    ResponderExcluir