sábado, 28 de agosto de 2010

Homens de coração nobre



Indios louvando a Jesus

Já escutei a seguinte "pérola" de um pastor, líder de uma grande igreja, um homem que deveria amar os povos indígenas e fazer todo o possível para alcança-los:

- Como você me prova que indio tem alma?

Todos, ao redor, riram.

Eu me calei, ele não merecia uma resposta. Virei as costas e saí.

É.

Ele escolheu não se comprometer com a obra de Deus.

Ele escolheu não amar o que o Cordeiro ama.

Ele escolheu não ser candidato ao Reino.

Fiquei refletindo depois sobre esse assunto, o que leva um homem a se achar no direito de escolher quem deve ou não quem não deve ouvir o evangelho de Cristo?

Que critérios ele usa para investir ou não em um povo?

O fator monetário? ( o que vou ganhar financeiramente como retorno por esse investimento?)

O fator social? ( que status eu terei mantendo um missionário entre esse povo?)

Não sei.

Só sei que 126 tribos brasileiras estão nas garras do animismo por que boa parte de nossa liderança escolheu não se envolver, estão na base do: eis-me aqui, envia meu irmão...e o tempo vai passando. Esses povos precisam e merecem saber que cerca de dois mil anos atrás, um grande herói, inigualável, supremo, deu sua própria vida para que eles pudessem ser resgatados do inferno do paganismo e conduzidos a liberdade que há em Cristo Jesus. Deus tem dado condições e oportunidades a muitos de nossos líderes, eles podem escolher entre amar ou não amar, entre se comprometer ou não se comprometer, entre investir ou não investir...mas a cobrança virá na mesma proporção que veio a oportunidade.

Eu lhe convido, caro leitor, a aproveitar todas as oportunidades, a empregar todos os esforços, a fazer todo o possível para tornar Cristo conhecido entre as nações indígenas brasileiras: ore, divulgue, contribua, incentive e, se for possível vá. Só não fique indiferente. Não julgue. Não seja preconceituoso. O sangue derramado no calvário foi o sangue imaculado do Cordeiro apaixonado, apaixonado pelo pecador solitário, estando ele em um arranha-céu ou em uma aldeia no meio da mata.

O pastor que me disse essa frase me fez chorar.

Mas meu Senhor me consolou um dia dizendo: não se preocupe , kelem, Eu levantarei um povo de coração nobre que estará lado a lado contigo nessa caminhada, um povo movido pelo mesmo sentimento, cujo coração transborda esse mesmo amor.

Eu o louvo, pois estou vendo o cumprimento dessa promessa, Deus tem levantado amigos leais, companheiros incansáveis, parceiros valiosos, pessoas cujos corações transbordam de nobreza.

kelem gaspar.

GOOGLE +
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário